[Escotismo] Será o escoteiro um sobrevivencialista?

    Compartilhe
    avatar
    Galileu
    Secretário
    Secretário

    Posts : 956
    Cadastrado : 01/06/2012
    Localização : Rio Grande do Norte

    [Escotismo] Será o escoteiro um sobrevivencialista?

    Mensagem por Galileu em 28/7/2013, 20:56


    No escotismo as especialidades são divididas em 3 níveis, cada uma com uma certa cota a ser alcançada, quando atendido o(s) quesito(s) garotos dos 7-18 anos recebem seus distintivos. Postarei só algumas especialidades, deixo a cargo de você leitor decidir se um escoteiro é um sobrevivencialista ou não. Outra coisa, entenda que aqui eu ofereço a ponta do iceberg, o resto é contigo, corra atrás, aprenda, pesquise!


    (Não consegui encontrar imagem igual, mas, maior.)

    Sobrevivência

    1- Conhecer as recomendações que devem ser seguidas em casos de sobrevivência na selva.
    2- Demonstrar o uso de métodos de orientação.
    3- Conhecer os métodos de obtenção de água potável, demonstrando o uso de pelo menos um deles.
    4- Conhecer plantas medicinais da sua região e seu uso.
    5- Conhecer os primeiros socorros que devem ser aplicados em casos de picadas de insetos, cobras e aracnídeos; saber transportar feridos e tratar de casos de insolação.
    6- Ter noções de meteorologia.
    7- Possuir conhecimento essencial sobre caça e pesca, improvisando utensílios para a prática de tais atividades.
    8- Possuir conhecimento da flora e da fauna de sua região.
    9- Explicar quais são os alimentos encontrados na natureza e de que modo podem ser preparados para o consumo.
    10- Listar e reconhecer frutos silvestres encontrados em sua região que não podem ser ingeridos, por serem tóxicos.
    11- Aplicar três métodos rudimentares de acendimentos de fogo.
    12- Construir um abrigo natural com material encontrado na natureza, conhecendo as necessidades e as características do local onde se vai construí-lo.




    Zoobotânica

    1- Ter conhecimentos básicos sobre a ciência que estuda os seres vivos – a Biologia, das áreas que a integram e do objetivo de estudo de cada uma delas.
    2- Demonstrar por meio de um exemplo (ciclo vital de um animal ou vegetal) a seqüência de acontecimentos que ocorrem nos seres vivos: nascimento, crescimento, reprodução, degeneração e morte.
    3- Organizar uma palestra informativa, para a sua Seção, com auxílio de um Biólogo, discutindo assuntos como: nomenclatura científica, classificação animal e vegetal, a profissão de Biólogo, a formação necessária, abrangência de sua atuação como profissional, média salarial, oportunidades de trabalho, etc.
    4- Desenvolver, antes de um acampamento de sua Seção, uma pesquisa que permita identificar a que tipo de ecossistema está integrada a área da atividade, qual a fauna e flora características desse ecossistema: durante o acampamento, fotografar e registar exemplares que possam ser observados; após o acampamento, montar um painel em que os resultados da pesquisa sejam comparados com os resultados reais e discutir com a Seção as prováveis razões das diferenças encontradas.
    5- Visitar o Jardim Zoológico de sua cidade e fotografar animais dos diferentes ecossistemas brasileiros; organizar um álbum com as fotos, identificando os animais com os seus nomes vulgares e científicos e indicando a região ou regiões em que podem ser encontrados. Na ausência de um Zoológico, utilizar fotos ou recortes de jornais e revistas, cartões, etc.
    6- Preparar uma coleção com um mínimo de cinco moldes de gesso de pegadas de animais (domésticos e silvestres), estabelecendo as diferenças entre elas.
    7- Preparar um exposição com partes de animais e vegetais (conchas, exúvias, esqueletos, penas, flores, sementes, raízes, folhas, cascas de árvore, etc.), relacionando a que grupo de animais ou vegetais pertencem e pelo menos duas características do grupo.
    8- Apresentar a sua Seção uma coleção de gravuras de pelo menos 15 diferentes tipos de árvores brasileiras identificadas por seus nomes, vulgar e científico, localizando a região ou regiões brasileiras em que podem ser encontradas.
    9- Construir e manter por um período mínimo de três meses, com registros semanais, um terrário ou um aquário, apresentando relatórios a sua Seção.




    Acampador

    1- Ter acampado com sua Seção ou Patrulha, no mínimo, 6 noites para o "Nível 1", 12 noites para "Nível 2" e 25 noites para o "Nível 3".
    2- Saber montar, desmontar, dobrar e acondicionar uma barraca.
    3- Conhecer as técnicas de conservação de uma barraca, sabendo fazer pequenos reparos.
    4- Saber escolher locais seguros para montar sua barraca.
    5- Saber os cuidados a adotar no caso de temporais e alagamentos.
    6- Saber cuidar e tratar do lixo, quando em acampamento.
    7- Montar, com auxílio de sua Patrulha, um canto de patrulha, considerando os padrões de acampamento.
    8- Cozinhar uma refeição simples individual com fogo de lenha, sem utensílios de cozinha.
    9- Fazer, no mínimo, cinco pioneiras diferentes e úteis em acampamentos, utilizando amarras.
    10- Ter acampado por três noites sem utilizar barraca, dormindo em abrigo natural ou em saco de dormir especial para o relento.
    11- Saber se orientar com o uso de bússola, sem bússola e com cartas topográficas.
    12- Saber improvisar barrica, mochila, espeques, esteios e artigos semelhantes, utilizando-os durante um acampamento ou jornada.
    13- Demonstrar que conhece e sabe utilizar os seguintes nós: correr, escota duplo, em oito, balso pelo seio, arnês, fiel, ribeira, volta redonda com cotes e volta do salteador.
    14- Demonstrar os cuidados para com o material necessário para um acampamento.
    15- Elaborar um cardápio e lista de gêneros para as refeições de sua Seção durante um acampamento e uma jornada, ambos com duração igual a um fim de semana.
    16- Saber acondicionar os gêneros alimentícios para um acampamento e uma jornada.
    17- Preparar o material individual para um acampamento e para uma jornada, ambos com duração igual a um fim de semana.
    18- Elaborar a programação de um acampamento da sua Patrulha, com duração igual a um final-de-semana.




    Pioneirismo

    1- Fazer e saber a utilidade de pelo menos 15 nós.
    2- Fazer as amarras quadrada e diagonal, conhecendo sua aplicação.
    3- Fazer as amarras paralela e de tripé, conhecendo sua aplicação.
    4- Construir um fogão suspenso e uma mesa de campo.
    5- Demonstrar que conhece as regras de segurança no manuseio de ferramentas.
    6- Mostrar conhecimento sobre um dos seguintes assuntos: movimentação de grandes pesos e estiramento de cabos; ancoragem de sustentação; jangadas; cabos de vai-e-vem; e passagens com cabos.
    7- Construir um pórtico ou latrina de campo.
    8- Construir um canto de lenhador, de acordo com as regras de segurança.
    9- Construir um abrigo natural para duas pessoas, utilizando meios existentes no local.
    10- Projetar e coordenar a execução e uma pioneira de médio porte.
    11- Construir uma cozinha de acampamento.
    12- Saber afiar ferramentas e conhecer os cuidados com sua manutenção.




    Radioamadorismo

    1- Conhecer a Regulamentação governamental referente a operadores e estações de radioamador ou rádio-cidadão.
    2- Explicar os princípios elementares de aparelhos transmissores e receptores de rádio.
    3- Explicar como instalar uma antena de recepção.
    4- Saber como aterrar e proteger dos raios a antena de recepção.
    5- Manter contato, de forma ágil, com três estações.
    6- Saber operar um rádio de freqüência fechada.
    7- Saber instalar e pôr em funcionamento um rádio, em acampamento.
    8- Conhecer as causas da má recepção.
    9- Saber consertar um radiotransmissor.
    10- Explicar o uso correto dos canais de emergência.
    11- Elaborar um diagrama e explicar a sua Seção os princípios elementares do funcionamento de um aparelho transmissor e receptor.
    12- Apresentar a licença de sua estação de radioamador ou de rádio-cidadão expedida pelo órgão oficial competente.




    Primeiros-Socorros

    1- Demonstrar como limpar ferimentos, como lavar um paciente, como ministrar remédios e como tomar a temperatura, o pulso, os movimentos respiratórios e a pressão arterial.
    2- Demonstrar como preparar curativos.
    3- Organizar um estojo de primeiros socorros, conhecendo a utilização de cada item.
    4- Saber como agir em casos de picadas de insetos e de cobras, desmaios, queimaduras e ferimentos leves.
    5- Saber como agir em caso de entorses, fraturas e luxação.
    6- Demonstrar quatro métodos de transportar pacientes.
    7- Conhecer métodos de salvamento de afogados.
    8- Saber aplicar respiração boca-a-boca, Schefer e Holger-Nielsen.
    9- Conhecer a posição das principais artérias e como parar hemorragia externa, venal ou arterial.
    10- Saber como proceder nos casos de ataques epilépticos.
    11- Saber aplicar ataduras (triangular e de crepom) na cabeça, nas mãos, nos pés, nos joelhos, nos tornozelos e nos cotovelos.
    12- Demonstrar como aplicar os primeiros socorros nos casos de fratura na clavícula.
    13- Elaborar um folheto ilustrado sobre as enfermidades mais comuns em acampamento e seus respectivos sintomas e tratamentos.
    14- Saber como agir nos casos de hemorragia nasal, insolação, intermação e queimaduras.
    15- Saber tratar de casos de intoxicação alimentar e envenenamentos.
    16- Demonstrar a forma adequada de pedir ajuda nos diferentes casos.
    17- Ter participado de um curso de socorrista.
    18- Saber como prevenir e agir em caso de estado de choque.
    19- Saber como identificar e agir em caso de hemorragia interna.
    20- Saber como tratar a obstrução de vias aéreas e a difteria (ou crupe).
    21- Saber fazer um parto de emergência.




    Horticultura

    1- Explicar a diferença entre a horta convencional e a hidropônica.
    2- Associar as diferentes hortaliças com os nutrientes nelas contidos.
    3- Conhecer e identificar as características dos diferentes tipos de adubo.
    4- Construir um composteira.
    5- Conhecer as ferramentas e os implementos exigidos para a preparação e a manutenção de uma horta.
    6- Conhecer as principais pragas e doenças comuns às hortas e os métodos naturais para seu controle.
    7- Conhecer os cuidados e os tratos culturais exigidos para a manutenção de uma horta.
    8- Projetar e construir uma horta caseira.
    9- Elaborar e manter atualizado, por um período mínimo de 3 (três) meses, um relatório de produção de uma horta.




    Faixa do Cidadão

    1- Conhecer a técnica e a ética operacional quanto ao uso de rádios transmissores.
    2- Apresentar um relatório contendo um mínimo de 20 contatos feitos por si próprio.
    3- Elaborar uma palestra para a Seção sobre os serviços de faixa do cidadão.
    4- Conhecer os principais canais de emergência e seu uso correto.
    5- Elaborar um cartaz contendo, pelo menos, 15 das principais gírias utilizadas na faixa do cidadão, exibindo-o no jornal mural da Seção ou Grupo.
    6- Descrever três tipos de antenas para uso nos rádios da faixa do cidadão.
    7- Elaborar e aplicar um jogo envolvendo rádios da faixa do cidadão.
    8- Participar de uma atividade com a comunidade usando sua estação e apresentando um relatório ao final
    9- Apresentar sua licença de faixa do cidadão emitida pelo órgão governamental competente.




    Defesa Civil

    1- Saber o que é um vendaval e identificar os seus princiapais efeitos devastadores.
    2- Saber descrever três medidas de prevenção a tomar antes, durante e depois de um vendaval.
    3- Saber o que são extintores de incêndio e bem como devem ser utilizados; conhecer a localização do Corpo de Bombeiros, da Defesa Civil, das principais autoridades policiais e como acioná-los por telefone.
    4- Saber descrever dois tipos de acidentes naturais causadores de situações de emergência.
    5- Organizar um exercício simulado de evacuação da sala de sua Seção, em situação de emergência.
    6- Elaborar uma lista para a formação de um kit de emergência doméstico (estojo de primeiros socorros).
    7- Conhecer quais são as origens das enchentes e saber listar e descrever três medidas de prevenção a tomar em tais casos.
    8- Listar as principais causas e os procedimentos de emergência a adotar em casos de incêndio em prédios residenciais e comerciais (cinemas, shoppings, etc.).
    9- Saber agir corretamente de maneira a evitar que se instale o pânico, resgatar feridos e previnir novos acidentes, nos casos de desmoronamento e explosões nos locais mencionados no item anterior.
    10- Conhecer a estrutura da Defesa Civil de sua comunidade, bem como os planos para os casos de emergência.
    11- Possuir a especialidade de Prevenção de Incêndio.
    12- Possuir a especialidade de Primeiros Socorros.
    13- Identificar as áreas de alto risco em sua comunidade (refinarias, usinas nucleares, depósitos de armas e munições, etc.), listando os riscos de acidentes.
    14- Elaborar um plano de emergência e realizar um treinamento junto com sua Seção, para antender os seguintes casos:
    - Controle de Tráfego de veículos;
    - Controle de multidões;
    - Serviços de comunicação e mensagens;
    - Distribuição de alimentos, instalação de abrigos e adoção de medidas emergenciais de saneamento.
    15- Saber agir nos seguintes casos:
    - Acidentes de trânsito;
    - Queda de barreiras;
    - Queda de redes elétricas;
    - Enchentes e inundações;
    - Desmoronamento de estradas.




    Fonte: Sobrevivencialismo Urbano



    Quando os mortos caminharem, os humanos rastejarão.
    Leia as Regras!
    avatar
    Byenza
    Soldado
    Soldado

    Posts : 289
    Cadastrado : 02/08/2012
    Localização : Minas Gerais

    Re: [Escotismo] Será o escoteiro um sobrevivencialista?

    Mensagem por Byenza em 28/7/2013, 21:32

    Ótimo cara!
    Falando por mim, nunca havia passado pela minha cabeça o escoteiro quando pensava em sobreviventes para o AZ. Mas tá aí! Escoteiros são fortes candidatos para tal!

    Não sei se eles conseguiriam sobreviver tão bem quanto alguém que conhece de zumbi, porque os escoteiros se preparam para sobreviver levando em conta e utilizando a natureza, não estão preparados para um desastre como o apocalipse zumbi.

    Mas é inegável que um escoteiro seria de vital importância para o grupo de sobreviventes!

    E esse post me acrescentou, eu não sabia que existiam essas divisões no grupo deles Muito Feliz



    Ooooooooooooooooo na cara
    Reto que arrebenta o nariz
    Essa noite vai dormir feliz
    Pé na porta e soco na cara
    avatar
    Galileu
    Secretário
    Secretário

    Posts : 956
    Cadastrado : 01/06/2012
    Localização : Rio Grande do Norte

    Re: [Escotismo] Será o escoteiro um sobrevivencialista?

    Mensagem por Galileu em 28/7/2013, 21:43

    Byenza escreveu:Ótimo cara!
    Falando por mim, nunca havia passado pela minha cabeça o escoteiro quando pensava em sobreviventes para o AZ. Mas tá aí! Escoteiros são fortes candidatos para tal!

    Não sei se eles conseguiriam sobreviver tão bem quanto alguém que conhece de zumbi, porque os escoteiros se preparam para sobreviver levando em conta e utilizando a natureza, não estão preparados para um desastre como o apocalipse zumbi.

    Mas é inegável que um escoteiro seria de vital importância para o grupo de sobreviventes!

    E esse post me acrescentou, eu não sabia que existiam essas divisões no grupo deles Muito Feliz

    E se o escoteiro também participar de locais onde debatem sobre zumbis, tipo eu? Estiloso 
    Agradeço o comentário.



    Quando os mortos caminharem, os humanos rastejarão.
    Leia as Regras!
    avatar
    Byenza
    Soldado
    Soldado

    Posts : 289
    Cadastrado : 02/08/2012
    Localização : Minas Gerais

    Re: [Escotismo] Será o escoteiro um sobrevivencialista?

    Mensagem por Byenza em 28/7/2013, 21:45

    Você é um escoteiro cara? Muito Feliz

    Você não havia especificado isso, havia dito somente sobre escoteiros. Assim sendo, ele haveria uma chance maior de sobreviver do que a maioria das pessoas. Eu diria que ele não sobreviveria se o zumbi fosse do tipo fodão quase impossível de matar! Se fossem aqueles zumbis lerdos, sabendo todas essas técnicas ou mesmo alguma delas, já seria moleza para os escoteiros. Levando em conta que não houvesse um ataque de pânico por conta deles ao avistarem a criatura.



    Ooooooooooooooooo na cara
    Reto que arrebenta o nariz
    Essa noite vai dormir feliz
    Pé na porta e soco na cara
    avatar
    Yves HMR
    Presa
    Presa

    Posts : 29
    Cadastrado : 26/05/2013

    Re: [Escotismo] Será o escoteiro um sobrevivencialista?

    Mensagem por Yves HMR em 30/7/2013, 13:38

    Algo que eu sempre quis ser, escoteiro. E que criança nunca quis quando viu filmes antigos com escoteiros na sessão da tarde não é mesmo?

    Como diz o ditado "quanto mais conhecimento na cabeça, menos peso nas costas", um escoteiro tem bem mais chances de sobreviver em um mundo pós-apocalíptico devido a suas habilidades.

    Bom tópico.



    avatar
    -Danger-
    Cidadão
    Cidadão

    Posts : 106
    Cadastrado : 08/12/2012

    Re: [Escotismo] Será o escoteiro um sobrevivencialista?

    Mensagem por -Danger- em 31/7/2013, 23:10

    Interessante esse artigo, nunca me dei conta de que poderia ter tentado ser escoteiro e agora acho que não dá muito certo, um "véi" querendo ser escoteiro, rs. Bom tópico.



    Existem três justiças neste mundo: A minha, a dos homens e a da minha arma. Qual você prefere?
    avatar
    Herrera
    Presa
    Presa

    Posts : 37
    Cadastrado : 08/06/2012

    Re: [Escotismo] Será o escoteiro um sobrevivencialista?

    Mensagem por Herrera em 1/8/2013, 22:35

    Acredito que podemos definir um escoteiro como um sobrevivencialista do mato, um bushcrafter. Só vejo preparação dos mesmos para usar-se dos recursos naturais provenientes da natureza e não de centros urbanos e afins, a preparação deles é voltada para a selva e para acampamentos, por exemplo, para o convívio mais íntimo com a natureza. Considero o escoteiro sim, um sobrevivencialista, mas não para todos os casos.

    Conteúdo patrocinado

    Re: [Escotismo] Será o escoteiro um sobrevivencialista?

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: 24/4/2017, 15:06